Qualificação De Quem Solicita Seguro-desemprego Deve El

28 Mar 2019 15:26
Tags

Back to list of posts

<h1>Minicurso De L&oacute;gica De Programa&ccedil;&atilde;o</h1>

<p>Rio - Qualificar-se pra aperfei&ccedil;oar profissionalmente est&aacute; cada vez mais indispens&aacute;vel em todas as &aacute;reas. Isto vale em tal grau para as pessoas que est&aacute; no mercado de trabalho quanto para quem est&aacute; fora dele. E a tend&ecirc;ncia &eacute; disso se acentuar nos pr&oacute;ximos anos se a proposta do ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciada esta semana, de conservar o recebimento do seguro desemprego a fazer cursos de qualifica&ccedil;&atilde;o, por a frente.</p>

<p>Hoje o trabalhador &eacute; obrigado se requalificar na segunda solicita&ccedil;&atilde;o do seguro em dez anos e, caso haja a altera&ccedil;&atilde;o, a circunst&acirc;ncia passa a valer logo no primeiro pedido. Cursos desses s&atilde;o oferecidos de modo gratuita e com 160 horas/aula. De acordo com o ministro, que vai falar a proposta com as Centrais Sindicais esta semana, o acesso &agrave; qualifica&ccedil;&atilde;o desde a primeira circunst&acirc;ncia de perda do emprego ser&aacute; de extrema valia pro trabalhador.</p>

<p>“Com isto, ele poder&aacute; ter mais acesso ao mercado de trabalho e at&eacute; receber um sal&aacute;rio maior”, pontuou. Secret&aacute;rio estadual de Trabalho e Renda, S&eacute;rgio Romay diz que o Estado do Rio est&aacute; preparado para doar um superior n&uacute;mero de cursos a popula&ccedil;&atilde;o. Segundo ele as outras exig&ecirc;ncias pra adquirir o seguro-desemprego n&atilde;o ir&atilde;o provocar transforma&ccedil;&otilde;es relevantes pela capacita&ccedil;&atilde;o de m&atilde;o de obra no Estado do Rio. “Estamos ampliado a oferta de cursos em diversas frentes. Seja nos postos Sine, nas Caravanas do Trabalho ou na Casa do Trabalhador”, informa. O Senai do Rio oferecer&aacute; em 2014 por volta de 120 cursos ligados a demanda da ind&uacute;stria com vagas a serem preenchidas pelos benefici&aacute;rios do seguro-desemprego.</p>

<p>Allain Jos&eacute; Fonseca, coordenador de Projetos Educacionais do Senai do Rio, diz que os cursos relacionados aos setores de superior empregabilidade s&atilde;o os das &aacute;reas de soldagem, constru&ccedil;&atilde;o civil e tecnologia da fato. “Como t&iacute;tulos, queremos mostrar, dentre outros, soldador — nos mais diversos processos, eletricista instalador predial e operador de computador”, relata Fonseca. Ex-caixa de moradia lot&eacute;rica, &Eacute;rica Moreira Gomes, 31 anos, est&aacute; desempregada e depois de oferecer entrada no benef&iacute;cio do seguro-desemprego decidiu trocar de profiss&atilde;o. Quer ser recepcionista. Pra essa finalidade, ela resolveu fazer tr&ecirc;s cursos de qualifica&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>“Fa&ccedil;o inform&aacute;tica pelo Senai do Rio, recepcionistas em meio de hospedagem, na Resid&ecirc;ncia do Trabalhador, e recepcionista na Faetec”, conta. Silmara Bernardo, coordenadora da Moradia do Trabalhador, em Manguinhos, informa que h&aacute; 16 cursos de qualifica&ccedil;&atilde;o gratuitos pela associa&ccedil;&atilde;o acess&iacute;veis para as pessoas que deu entrada no seguro-desemprego. Brasileiro Pesquisa Novas Esp&eacute;cies Em Gr&atilde;os De Areia Da Praia de Organizador de Eventos, Cuidador Infantil, Monitor de Recrea&ccedil;&atilde;o e Recepcionistas em meio de Hospedagem, que ser&atilde;o fatos por instrutores do Senac, come&ccedil;am esta semana.</p>
<ul>

<li>Qual carro eu tenho o sonho de comprar</li>

<li>Fortificar as metas que voc&ecirc; mesmo estabeleceu</li>

<li>14 Yuuya Kogure</li>

<li>dezesseis O &iacute;ndice de carreira &eacute; sin&ocirc;nimo do “n&uacute;mero de cargos eletivos diferentes ocupados”</li>

<li>Promo&ccedil;&atilde;o de estudos te&oacute;ricos e aplicados sobre isto imensas l&iacute;nguas do universo</li>

<li>Gest&atilde;o de m&iacute;dias sociais: a relev&acirc;ncia da profissi</li>

<li>Ser did&aacute;tico e de descomplicado clareza</li>

</ul>

<p>“S&atilde;o todos cursos com extenso procura no mercado de trabalho”, afirma. Luc&eacute;lia Oliveira da Silva, de 25 anos, que deu entrada na segunda vez no seguro-desemprego, come&ccedil;ou esta semana o curso de recepcionistas em meio de hospedagem na Casa do Trabalhador. Hoje desempregada, ela conta que antes trabalhava como operadora de caixa, mas est&aacute; desejando troca de &aacute;rea.</p>

<p>“Este curso termina em fevereiro e desejo sair daqui mais preparada”, planeja. Ela Largou Um Emprego No Google Pra Vender P&atilde;o Pela Internet aprovou a poss&iacute;vel varia&ccedil;&atilde;o pela determina&ccedil;&atilde;o de solicita&ccedil;&atilde;o do seguro-desemprego. “Hoje ter o ensino m&eacute;dio n&atilde;o &eacute; suficiente”, opina. Preconceito - Mestrado &agrave; Dist&acirc;ncia Conhecido Pelo MEC (CSB), Antonio Neto reitera que o Governo Federal trata a charada de forma preconceituosa. “Nessa proposta, somente o trabalhador &eacute; punido.</p>

<p>&Eacute; indispens&aacute;vel que as empresas que possuem rotatividade acima da m&eacute;dia do teu setor tamb&eacute;m sejam responsabilizadas pelas demiss&otilde;es”, avalia Neto. Apagar fraudes - Guido Mantega contesta a afirmativa do dirigente da CSB. Segundo o ministro, a quantidade vai apequenar a situa&ccedil;&atilde;o de fraudes, que n&atilde;o &eacute; permitido trabalhar com carteira assinada no momento em que o trabalhador est&aacute; no curso profissionalizante depois de ser demitido. “H&aacute; casos de irregularidades em que o trabalhador recebe o seguro-desemprego e continua no emprego”.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License